Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade
Aceito
+351 239 497 280
Tratamentos

Tratamento com doação de óvulos (FIV/ICSI)

O que é o tratamento com doação de óvulos?
Nas situações em que por razões médicas não é possível fazer tratamento com os ovócitos e espermatozóides do casal (porque estes não são produzidos ou não têm qualidade suficiente para serem utilizados no tratamento, ou pelo risco de transmissão de doenças genéticas), o casal poderá recorrer a gâmetas de dador ou à transferência de embriões doados.

A FIV/ICSI com doação de ovócitos possibilita a mulheres em falência ovárica ou com determinadas doenças genéticas a concretização do seu sonho de engravidar e ser mãe. Todo o tratamento é feito segundo as mais restritas normas de qualidade e segurança, obedecendo às exigências definidas pelo Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida e também às normas e recomendações de boa prática médica internacionalmente aceites.

Fases do Tratamento

  • 1. Selecção da dadora

    A dadora é seleccionada pela clínica tendo por base critérios médicos muito restritos, após um rigoroso processo prévio de selecção e exclusão de doenças genéticas e avaliação psicológica. Para a seleccção da dadora, são também consideradas as características físicas (fenotipo) do casal.

     

     

    2. Tratamento da dadora

    A dadora é sujeita a um tratamento de estimulação ovárica (administração de injecções hormonais subcutâneas) durante uma a duas semanas. A estimulação é controlada por ecografias e análises ao sangue, e a punção dos óvulos é feita sob sedação.

     

     

    3. Tratamento da receptora

    O tratamento da receptora pode ser feito segundo vários protocolos terapêuticos, dependendo essencialmente do facto de ter ou não ciclos menstruais. Numa ou outra situação, é sempre necessária a toma de medicamentos (comprimidos e em alguns casos uma única injecção no início do ciclo) e a realização de ecografias de controlo e avaliação.

    Nesta fase de preparação - que tem a duração de cerca de 15 dias e que nos casos de ciclos sincronizados decorre ao mesmo tempo que a estimulação da dadora – existe sempre uma estreita comunicação entre o casal e a Ferticentro.

     

     

    4. FIV/ICSI e transferência de embriões

    Tal como acontece na FIV/ICSI com gamelas do casal, após a punção da dadora os ovócitos são transferidos para meios de cultura no laboratório, sendo de seguida tratados e microinjectados com um espermatozóide cada (isto é, um espermatozóide por cada óvulo). Os ovócitos passam para outros meios de cultura, dando origem a embriões.

    Entre dois a três dias após a fecundação, os embriões (normalmente apenas dois) são transferidos para o útero da mulher, para que se implantem e dêem origem a uma gravidez. A lei Portuguesa define que se possam transferir o máximo de dois embriões, mas esta é sempre uma decisão clínica e cada caso terá de ser avaliado individualmente. Nos casos em que existem vários embriões de boa qualidade a transferência poderá ser feita ao quinto dia, não tendo os casais qualquer custo adicional com a cultura prolongada

    Os embriões são transferidos para o interior do útero, não sendo necessária anestesia. É recomendável que após a transferência de embriões a mulher evite esforços físicos intensos e, se possível, repouse em casa durante pelo menos 3 dias.

     

    Ainda que dos embriões transferidos normalmente apenas um se implante, deverão ter em consideração que em algumas ocasiões se podem implantar os dois, dando origem a uma gravidez múltipla. Por este mesmo motivo, o número de embriões a transferir deverá sempre uma decisão clínica e adequada ao caso concreto de cada paciente.

    Desde o dia que antecede a transferência, a receptora começa a aplicar progesterona (em comprimidos vaginais ou gel) de modo a preparar o endométrio para que a implantação dos embriões possa ser bem sucedida.

    É recomendável que após a transferência de embriões sejam evitados esforços físicos intensos e, se possível, que a mulher repouse em casa durante pelo menos 3 dias.

     

     

    5. Criopreservação de embriões

    Quanto aos embriões excedentários – aqueles que não foram utilizados no tratamento e apresentem condições de viabilidade – podem ser congelados e utilizados num ciclo a realizar posteriormente (nos casos em que o casal pretende ter um segundo filho, ou se a primeira tentativa falhar); podem ser doados para investigação científica; podem ser doados a outro casal; ou podem ser destruídos. cabendo ao casal a decisão sobre o seu destino - desde que respeitadas as condições previstas na lei.

Em que situações é indicada a FIV/ICSI com doação de ovócitos?

Existe indicação para FIV/ICSI com doação de ovócitos nos seguintes casos:

 

  • Falência ovárica primária
  • Disgenesia das gónadas
  • Falha repetida de FIV/ICSI (falha de implantação após 5 tentativas, falha repetida de fecundação em ICSI)
  • Idade da mulher >45 anos
  • Reserva ovárica significativamente diminuída
  • Doenças hereditárias (doenças ligadas ao cromossoma X, doenças autossómicas recessivas, translocações cromossómicas)

Custos do Tratamento

Para saber mais sobre os custos do tratamento, envie-nos um formulário de contacto ou consulte a nossa tabela de preços.

Mais Informação

  • Os tratamentos de FIV/ICSI com doação de ovócitos têm um custo elevado. Tal deve-se ao o facto de se fazerem dois tratamentos em simultâneo (à receptora e à dadora), ao rigoroso processo de selecção a que as candidatas a dadoras são sujeitas antes de serem aceites no programa de doação de ovócitos (processo que envolve múltiplas análises e exames médicos) e à compensação monetária que as dadoras recebem. Embora o processo de doação de ovócitos seja essencialmente benévolo e de carácter altruísta, a lei portuguesa prevê que as dadoras recebam uma indemnização pelo tempo perdido e incómodo causado pelo tratamento.

     

    Tal como qualquer outro tratamento médico, a FIV/ICSI com doação de ovócitos pode provocar reacções adversas que, no entanto, são raras e quando surgem têm normalmente um carácter moderado e passageiro. As mais frequentes são calores, irritabilidade, cansaço e dores de cabeça. Normalmente passam ao fim de pouco tempo e não constituem motivo para alarme. No caso de agravamento ou persistência dos sintomas, recomendamos que entre em contacto com o médico da Ferticentro que acompanha o seu tratamento.


    A FIV/ICSI com doação de ovócitos é um processo extremamente seguro para o casal receptor.

Veja Também

Nós Ligamos

Deixe-nos o seu contacto, retomaremos o mais breve possível.

Nós Ligamos
Peça-nos informação

de forma privada e sem compromisso

Solicitar informações

Peça-nos informação

de forma privada e sem compromisso

Os campos assinalados com * são obrigatorios

i
O nome recolhido no formulário tem apenas o objetivo de o identificar num pedido de contacto.
i
Esta informação tem apenas o objetivo de identificação.
i
Esta informação tem apenas o objetivo de contato.
i
Esta informação tem apenas o objetivo de contato.
i
Esta informação tem apenas o objetivo de contato.
Forma preferencial de contacto
Anexos
A informação que vai enviar será objeto de tratamento por parte da Ferticentro com a finalidade de desenvolvimento de contrato ou de consulta, solicitação ou contratação de qualquer serviço ou produto, mesmo após a cessação da relação pré-contratual ou contratual, incluindo, eventualmente, as comunicações. A Ferticentro irá tratar a sua informação pessoal com toda a confidencialidade e segurança, de acordo com o estabelecido na legislação que regula a proteção de dados pessoais. Poderá retirar o seu consentimento de utilização de dados, solicitar a sua correção ou pedir a sua eliminação em qualquer momento. Para tal, deverá entrar em contato connosco através do email protecaodados@ferticentro.pt.
bg image

A enviar a sua mensagem

Aguarde ...

bg image

A sua mensagem foi enviada com sucesso!

Entraremos em contacto consigo o mais breve possível

Nós Ligamos

Deixe-nos o seu contacto, retomaremos o mais breve possível.

Os campos assinalados com * são obrigatorios

i
O nome recolhido no formulário tem apenas o objetivo de o identificar num pedido de contacto.
i
Esta informação tem apenas o objetivo de contato.
i
Esta informação tem apenas o objetivo de contato.
A informação que vai enviar será objeto de tratamento por parte da Ferticentro com a finalidade de desenvolvimento de contrato ou de consulta, solicitação ou contratação de qualquer serviço ou produto, mesmo após a cessação da relação pré-contratual ou contratual, incluindo, eventualmente, as comunicações. A Ferticentro irá tratar a sua informação pessoal com toda a confidencialidade e segurança, de acordo com o estabelecido na legislação que regula a proteção de dados pessoais. Poderá retirar o seu consentimento de utilização de dados, solicitar a sua correção ou pedir a sua eliminação em qualquer momento. Para tal, deverá entrar em contato connosco através do email protecaodados@ferticentro.pt.
bg image

A enviar a sua mensagem

Aguarde ...

bg image

A sua mensagem foi enviada com sucesso!

Entraremos em contacto consigo o mais breve possível